Arquivo mensal: abril 2011

Cáritas Norte 2 recebe representante da Cáritas Alemã em visita aos municípios do Pará

A representante da Cáritas Alemã, Martina Freckle, visita os municípios de Paragominas, Abaetetuba e Bragança onde é desenvolvido o projeto “Reciclando Vidas”. A iniciativa envolve a Cáritas Norte 2 (Pará e Amapá) em parceria com a Cáritas Brasileira, Cáritas Alemã e União Européia.

O “Reciclando Vidas” foi lançado em 2009 pela Cáritas Brasileira e tem duração de três anos. Somente no Estado do Pará o projeto beneficia 30 catadores das cidades de Paragominas e Bragança, sendo 20 catadores em Abaetetuba. O objetivo é estimular a geração de renda e a melhoria da qualidade de vida dos catadores e catadoras por meio da assessoria prestada pela Cáritas. Os catadores são beneficiados com a formação e regulamentação de cooperativas, além da compra de instrumentos básicos para o trabalho, como prensa e balança.

De acordo com o coordenador da Cáritas Norte 2, Lindomar Silva, o desafio da entidade é fortalecer, ampliar e criar novos benefícios para o projeto por meio de parcerias com as autoridades locais na articulação de políticas públicas.

O projeto já possui dois anos de execução. A finalidade da visita da representante da Cáritas Alemã é acompanhar o empreendimento e realizar um plano de ação nos principais pontos do projeto que serão discutidos durante as reuniões realizadas nos municípios.

Hoje a Cáritas Alemã visita a cidade de Paragominas, nos dias 25 e 26 a cidade de Bragança e entre os dias 27 e 28 Abaetetuba. Segundo Martina Freckle a sua visita é manter um intercâmbio entre as duas entidades, Cáritas Brasileira e Alemã, além de conhecer melhor a realidade do trabalho da Cáritas Norte 2 e dos catadores.

Macapá sedia 3° Feira da Ecosol

Respeito à natureza, cooperação, sustentabilidade e solidariedade. Estes são os princípios que regem a Economia Solidária. Para colocar em prática essa alternativa econômica irá ocorrer a 3° Feira Estadual da Biodiversidade e Economia Solidária do Amapá, nos dia 28 a 30 de abril realizado pela Cáritas diocesana de Macapá.

A Economia Solidária – Ecosol – é uma atividade econômica de produção, oferta de serviços, comercialização e consumo baseado no incentivo da agricultura familiar. Todos são produtores e empregados na gestão coletiva dos seus próprios negócios associados por meio de cooperativa ou grupos.

Além de ser uma alternativa econômica é uma forma de realizar a inclusão social dos pequenos produtores. Visa também um modo diferente de consumo priorizando produtos locais, saudáveis e que não agridam o meio ambiente.

Participarão do evento os Empreendimentos Econômicos Solidários (EES). São grupos, associações e/ou cooperativas, cujos participantes são trabalhadores dos meios urbano e rural que exercem a autogestão de suas atividades. O evento começará às 14hs com a chegada dos produtores para que às 16hs seja realizada a montagem das barracas onde serão alocados os produtos destinados a comercialização dos mesmos.

A feira começará com o pronunciamento do Bispo de Macapá, Dom Pedro Conti, do Presidente da Cáritas Diocesana de Macapá, Padre Daniel Nascimento Campos e os representantes do Instituto Maristas e do Fórum Brasileiro de Economia Solidária. Às 21h40min haverá a apresentação do grupo cultural Marabaixo, da Associação Cultural Raimundo Ladislau e encerrando a abertura do evento com o show de Osmar Junior.

Serão abordados dois temas para a palestra. No dia 29 o primeiro tema será “Economia Solidária e Biodiversidade”, o palestrante é o assessor técnico do Secretariado Nacional da Cáritas, Ademar Bertucci. Irão compor a mesa para o debate Joaquim Corrêa de Souza Belo (CNS), Padre Daniel Nascimento Campos e o representante do Fórum Brasileiro de Economia Solidária. Para o dia 30 o debate envolve “Políticas Públicas e Economia Solidária”.

Durante os dois últimos dias do evento serão oferecidos quatro mini-cursos: Comercialização Solidária ministrada pela UFPA e Centro de Formação em Economia Solidária (CFES), Fundo Solidário, apresentado por Roberto Marinho, integrante do Comitê Nacional de Fundos Solidários da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), Gestão e Empreendimento Solidário pelo representante do Instituto Marista de solidariedade (IMS) e Sementes ministrado por Oneci Angelim, técnico agrícola da Cáritas Ceará.

O que se quer com a realização da feira é articula os empreendimentos e comunidades em desenvolvimento da Ecosol em redes locais que possibilite a troca e o empoderamento organizativo do mesmo. Além de ser um espaço de trocas de comercialização e articulação as feiras realizadas pela Ecosol visam possam criar redes e fóruns locais articulados com os fóruns regional, estadual e nacional.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: