Arquivo diário: 20/04/2011

Projeto Brasil Local NOI promove reunião do conselho gestor na Cáritas Norte 2

Representantes de diferentes projetos da economia solidária na Região Norte discutem suas agendas e a execução do Brasil Local.

Reunião com os gestores do projeto Brasil Legal NOI

Ocorreu nesta quarta-feira 20 de abril, na sede do Regional Norte 2 da CNBB, a reunião do Conselho Gestor do Projeto Brasil Local NOI com representantes do Fórum de Economia Solidária dos Estados do Pará, Tocantins e Amapá, Bancos Comunitários (PA), Centro de Formação em Economia Solidária (TO), Instituto Saber Ser (PA), Cáritas Norte 2, Cáritas Secretariado Nacional, Agentes e articuladores do Brasil Local e ADSMAR entidade executora do projeto na região norte.

O intuito da reunião é socializar as ações do projeto na região, sua agenda de atividades principais entraves para alcance dos resultados esperados, bem como construir agendas conjuntas com os outros projetos e tirar encaminhamentos para superar os desafios.

O Programa Brasil Local é promovido pela Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES) e Ministério de Trabalho e Emprego (MTE) cujo objetivo é a geração de emprego e renda por meio da economia solidária. O programa está presente em 26 estados e no Distrito Federal representado por dez entidades juntamente com a Cáritas Brasileira que articula os projetos realizados pelo programa.

Além de promover a inclusão social o programa promove a organização de empreendimentos administrados pelos próprios trabalhadores, é também uma via de acesso a políticas públicas de incentivo como capacitação, crédito comunitário, equipamentos formalização e escoamento da produção.

De acordo com o MTE a equipe que compõe o Brasil Local é composta de coordenação nacional, coordenadores estaduais e agentes de desenvolvimento. Os agentes de desenvolvimento local (ADL) são os principais responsáveis pela realização do programa, pois realizam a capacitação em economia solidária oferecida pelo governo federal e são os interlocutores dos grupos produtivos. Os agentes são escolhidos pela própria comunidade e somam ao todo 510 agentes presentes nos estados brasileiros.

De acordo com Tauá Lourenço Pires (assessora da Cáritas Brasileira e uma das coordenadoras da articulação nacional do programa) na região norte I (Pará, Amapá e Tocantins), a entidade executora responsável pela execução é a ADSMAR-Associação de Desenvolvimento Solidário e Sustentável de Marituba. A ADSMAR conta com a parceria da Cáritas Norte 2 para garantir a articulação do projeto e promover os diálogos políticos com os diferentes atores da economia solidária.

O programa começou desde 2009 e tem validade até dezembro de 2011. Uma das propostas para a concretização do Brasil Local na região norte é a publicação de um livro contendo a sistematização de cerca de 50 experiências dos próprios trabalhadores (as) envolvidos no programa e que utilizam a economia solidária como alternativa para inclusão social na geração de emprego e renda.

A Rede Capim será uma das experiências sistematizadas e já participou na manhã de ontem (19/04) de uma das visitas da Cáritas Brasileira, articulação nacional, que junto com o consultor Domenico Corcione estará promovendo uma estratégia metodológica que possa garantir a ação coletiva de resgate da história dessas experiências.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: